Loading

12 de dez de 2010

Divina Deekadência...

...nunca fomos uma banda comum, éramos algo mais, não tinhamos fãs, tinhamos seguidores, perseguidores, amantes e inimigos declarados, existia até quem se dizia ser membro da Divina mesmo sem ser, coisa de louco, quantos quizeram entrar, mas eramos os tres, Edson, Beto e Filico, a ordem não importa, nos completavamos, em banda e amizade...éramos vistos como maus elementos, marginais, no significado correto da palavra, andávamos a margem daquela sociedade, amigos, irmãos, éramos só os três e quem mais que quizesse nos acompanhar, entendam, éramos os três...e quem mais que quizesse nos acompanhar, imaginem uma banda dos anos 90, recem surgida, sofrendo os preconceitos das demais bandas da região, com um repertório de 35 musicas covers e algumas outras composições próprias, não faziamos shows por aí, afinal nossos ensaios eram sempre uma apresentação a parte, graças aos nosso amigos, Beto e Filico que sempre encontravam alguem pra convidar...
não narro aqui nada em ordem cronológica porque a Divina não tem cronologia, quando vem na mente é " tudo ao mesmo tempo agora " se o Beto e o Filico lerem isso, só eles vão entender o que estou dizendo, acreditem que nunca nos consideramos musicos frustrados, sabem por que? Porque nunca nos frustramos, nunca acabou e nunca acabará essa intensidade, é algo mágico, que não simplesmente existiu, existe, é algo que ainda vibra no tempo, lateja na mente...
alguem por favor tente me explicar essas 120 ou mais bpms quando falo da Divina, quando tudo de repente volta a mente como se fosse uma vida toda, são fatos, aventuras, amores, musicas, musicas, musicas...

7 comentários:

Sônia Cristina disse...

Que saudade de vocês três, não tenho mais o Beto, e a vida se incumbiu de afastar vocês dois de nós, mesmo antes do Beto desaparecer, gostaria de tê-los de volta...

Blog da Fofa disse...

Td era tão intenso né? até a banda . O Santhiago vaiter muito orgulho do pai. Bjo linda, fike c Deus

Ângela disse...

sõnia, eu outro comentário eu disse que voltaria, e aqui estou, lentamente estou lendo essa linda história. Boa semana.
um enorme beijo com carinho

Maria Helena disse...

Querida amiga,
Tenho certeza que a banda não se desfez.Há um elo invisível unindo não só os três mas você, eu, fofa...e quem mais for conhecendo e se encantando com essa banda, que tenho certeza, teve o maior do sucesso: o vínculo da amizade.
Lindo o que você escreveu!
Bjs

Sônia Cristina disse...

Era sim amiga, td tão intenso! sempre andavam os três juntos, sincronia mais que perfeita.
Maria Helena,eu também acredito que a Banda não se desfez, ficaram as músicas, a poesia da Banda, e quem sabe um dia teremos a Banda em outra versão com nossos 4 filhos né?
seria legal porque teriam duas mulheres.
Esse post da Banda foi escrito por Edson, o convidei para falar o que quiser no blog, porque sei do amor que ele tinha pelo Beto e na Banda..
bj minhas lindas...

Sônia Cristina disse...

Edson, como é bom ler o que você escreve,
volte sempre pra falar da Divina, da amizade, do Beto, do Filco...
Esse blog é seu, conte o que quizer e quando quizer.
saudades Master...