Loading

17 de out de 2010

West Beer...

Era preciso buscar alternativas dentro de nós mesmos para superar toda aquela decepção, preencher 24 horas do nosso tempo, em  algo que preenchesse todos os espaços de nossas vidas. Nosso casamento estava por um fio (queriámos salvá-lo), e a essas alturas as brigas eram cada vez mais constantes, e foi a  partir daí que começou nosso projeto profissional mais audacioso "West Beer", nos apegamos a isso como uma  tábua de salvação, foi um trabalho árduo de construção de um Bar de um grande porte  a três: Eu, seu pai e Rodolfo.
Dois meses depois do início do projeto, inauguramos o  Bar, sucesso absoluto, casa cheia todos os dias (evidente que casa cheia significa pessoas de todas as espécies), e nós que sempre fomos acostumados a ter os cliente como "amigos" estranhamos  uma receptividade tão grande em tão  pouco tempo,nossa vida financeira tinha melhorado bastante, chegavamos em casa exaustos todos os dias, (o Bar absorvia  18 horas do nosso tempo ), e o lado bom é que as ofensas tinham amenizado, já que não tinhamos tempo nem para desentendimentos.
E foi assim por 8 meses, mas aquilo não era pra nós, eu já me sentia infeliz e doente, não tinhamos mais tempo pra nossas coisas pessoais, (pra cuidar de nossa relação que andava mal), e os três estavam completamente exaustos (apesar de todas as pessoas ótimas que lá  trabalharam e que só agregaram valores), foi nessa ocasião que Rodolfo se casou, evidente que precisava de tempo para se dedicar a uma relação que estava se iniciando, e o que já era demais pra mim e pro seu pai se tornou maior ainda, (nessas alturas, eu tinnha perdido o meu bem mais precioso: "A Liberdade", eu a queria de volta) decidimos então fechar o West Beer em pelo vigor de seu funcionamento e voltar pro Cidade Oculta, que deixamos pronto pra nosso retorno...

0 comentários: