Loading

13 de abr de 2011

Ainda imensa a imagem tua...

Um dia tão especial para nós, já não me lembro em números (faço questão de esquecê-los), já não sei em que ano nos conhecemos, já não sei há quantos dias estamos sem sua presença física em nossas vidas.

Todos diziam que o amor se transforma, o meu ainda continua da mesma maneira que você deixou, ainda te espero chegar, ainda sinto falta dos seus afagos em minha cabeça, ainda fico com o olhar fixo na porta de entrada todas as noites e durmo sabendo que não vai voltar, ainda me pego ligando para nossa casa, mesmo tendo certeza que nunca mais eu vou ouvir um "OI" em sua voz ao telefone, ainda sinto vontade de comer a comida que você fazia, que eu nem de longe achava a melhor do mundo, mas hoje tenho certeza que foi o melhor gosto que meu paladar já experimentou.

Aqui em casa continua tudo quase igual, agora temos um filho que você não conheceu, Diogo Pavarotti... Santhiago crescendo inteligente, forte e totalmente saudável, claro que há muitas oscilações, mas  faço tudo que é possível para vê-lo  feliz. Você se lembra que desde os dois anos de idade ele é louco para aprender inglês? Pois é! Sábado comecará o tão sonhado curso (talvéz um pouco cedo, mas a felicidade dele é algo contagiante nesse aspecto).

Hoje para celebrar essa data, cortei o cabelo da maneira que você gosta, e claro que não  me esqueci de cortar bem pouco.... - Só por garantia -
Ainda imensa imagem tua,
Um fogo intenso resistindo aceso...
Por onde ando, quando passo
Sentindo tua presença no espaço
Quando ando meio louca,
Guardando esse vestígio em meu corpo...
(Fauzy Beydoun)

A minha dor? Essa continua igual ao primeiro dia, a única diferença é que nós duas travamos uma dura batalha e  tivemos que aprender a conviver lado a lado, e eu tinhosa como sempre, tento ignorá-la e ser mais forte que ela (minha única inimiga), para ser  exatamente da maneira que você sempre gostou que eu fosse, alegre feliz, vaidosa e dançando para viver, dançando para não morrer.
 E sobre o sonho da noite passada? Sim, estou receptiva, mas sou exigente e você melhor do que ninguém sabe disso, afinal tive a felicidade de tê-lo ao meu lado, e se for possível não suma nos ares, espere as respostas, ainda preciso de você ao meu lado...


Sinto a sua falta,
como se me faltasse um dente da frente:
Excrucitante.
(Clarice Lispector)
.

9 comentários:

Maria Helena disse...

Amiga,
Você tem o dom de escrever de uma forma que toca fundo o coração. Você é uma guerreira que na dor construiu um alicerce de superação e heroicamente pincela os dias com a tatuagem da sua alma.
Abração, amiga!

Lívia Azzi disse...

Sua escrita expressiva e comovente aquieta-me os dedos e cala-me a alma...

Um forte abraço amigo, querida Sônia.

Leo disse...

Quanta saudade SOnia, saudade daquela bonita, daquela de sentir com silencio.

Um Abraço!!

lolipop disse...

Soninha,
A Maria Helena tem razão vc escreve duma forma tão sentida e bonita que o nosso coração vibra com cada palavra...cada frase.
"Dançar para não morrer..." ...essa eu vou escrever no meu caderno de anotações...

MIL TERNURASSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

Fernanda Iasi disse...

Ô moça bonita da agua como eu, vim aqui retribuir tua visita, e tou encantada com você. Tenha certeza, a missão dele foi cumprida, viu? Bjo

Kell Alves disse...

Olá Sônia.
Alguns dias recebi seu comentário no 'Para que nunca me esqueça' e de imediato pensei 'deve ser só mais uma à procura de seguidores'. Como me envergonho disso Sônia, fui totalmente injusta com vc! Pq a história q vi por aqui me fez parar as andanças pela net por uma tarde inteira em q lí toda (isso mesmo, toda!)a história q vc postou até agora do Santhiago e, sem nenhuma demagogia, eu posso te dizer é o blog mais bonito e sincero q já lí até hj. Não poderia dispor de uma tarde naquela semana (havia tanto a ser feito) mas eu me dispus e não me arrependí em momento algum.
Assim, por ora, vou ficando por aqui (como seguidora).
B'jo

Lúcia Soares disse...

Amiga, sua dor me comove, machuca-me a alma.
Quando se gosta, não se quer ver a pessoa querida sofrendo. Por isso, desejo que você encontre a paz em seu coração inquieto.
Embora triste, é muito bonito ver que o amor verdadeiro ainda existe nesse mundo de "fila que anda", de amores fugases, de "ficadas" sem compromisso...
Beijo!

Sônia Cristina disse...

Lúcia querida, você é espetacular rs.

Fernanda, obrigada por ter me visitado.

Kell, você me emociona sabia? obrigada querida, volte sempre!

E os amigos de sempre: Leo, Faa, Loli, Livia e Maria Helena...
Vocês me encorajam sempre...


beijo