Loading

5 de jan de 2011

Santhiaguice...

Agora a noite:

- Mãe, o que é sexo?
- Não entendi filho (coração aos pulos)
- Eu perguntei o que é S E Q U I Ç O  (soletra dessa forma a palavra).

Ensaei tanto pra quando chegasse essa hora, ensaei tanto...mas confesso que me atrapalhei, na hora a voz engasgou, tudo saiu errado, leio me informo, na teoria eu sabia, mas na pratica?
Eu conversei, tentei explicar de uma forma clara, (olho no olho) sem muita fantasia e bonita, (até porque é bonito mesmo, quando feito com emoção) deixei claro pra ele que só é feito por pessoas que se gostam muito, e se tiver amor melhor ainda (ele fez do Diogo, um dos meus filhos de 4 patas, seu travesseiro e ouvia atentamente) mas é que não sei até onde ele sabe com sete anos, não sei até onde devo ir.
Preciso me preparar pra suas indagações nesse sentido, que a partir de agora serão cada vez mais frequentes, mas me cobro demais (por ser pai e mãe) tenho que fazer os dois papéis, fico muito tempo ausente por conta do meu trabalho, e quando chego ainda tem a segunda etapa do dia, queria que meu dia tivesse 48 horas, para ter mais tempo com ele, pra poder brincar mais, sair mais, ser mais mãe, mais amiga... tenho medo de errar em dobro...como eu desejei ter você comigo naquele momento meu bom José...

9 comentários:

Beth/Lilás disse...

Querida Sônia!
Deve ser mesmo muito difícil enfrentar sozinha esses dois papéis, mas você será ajudada pelos deuses, não tema.
Quanto as respostas para perguntas como estas, sou daquelas que não se deve inventar coisas diferentes, mas falarmos de maneiras diferentes, mais amenas e não deixar o 'bichinho' sem resposta, sabe cumé?!
Força, mermã!
bjs cariocas

Glorinha L de Lion disse...

Oi Sônia, não resisti quando li SEQIÇO! hehehe Criança tem cada uma! No tempo dos meus filhos pequenos, eu comprei uns livrinhos que mostravam como eram feitos os bebês, mostrava o fetinho dentro da barriga, crescendo, até nascer... mas antes, mostrava os pais na cama. Mas isso já tem quase 30 anos! Acredito que hj existam livros bem melhores pra te ajudar. Mas sempre fui de opinião que se deve ser simples sem entrar muito nos detalhes. Falar a verdade, de acordo com o que a criança deseja e precisa ouvir...Mas que deve ser muito complicado ser "pãe"...isso nem consigo imaginar. Força aí, querida! Beijos,

Lupo disse...

Você nunca vai errar Sonia!

Ví a pouco um comentário seu no blog da Carol que citou algo que disse no meu comentário (ficou confuso mas acho que vc entendeu), falando do lance da educação, inclusive para poder ter filhos.

Você é uma MÃE no melhor sentido da palavra, e também é um PAI por se preocupar em sê-lo. Sabe a dificuldade, tem medo, mas enfrenta e tenta acertar.

E vai, acredite.

A propósito, lembrei de uma piadinha... A piada começa como o seu texto. Depois de uma longa explicação do pai (no seu caso, da mãe rs) ao filho que tinha feito a pergunta, eis que o filho questiona: Ok pai, entendi tudo, mas o que eu quero saber é oq eu coloco aqui neste formulário: Masculino ou Feminino?

Bjuuuu!

Stella Tavares disse...

Culpa e mãe estão sempre entrelaçadas, esteja certa. Fico 24 horas com meus filhos, aprendo com ele todos os dias, mas como gostaria de saber mais para compartilhar.Filho é para sempre e isso é de encher os olhos e o coração, no final éo que fica.
bjs

Blog da Fofa disse...

Soninha, mesmo que você não esteja tão presente como gostaria, Vc é uma mãe e tanto p Santhiago. Por isso q ele é essa criança tão linda. Amo vcs meus lindos

Maria Helena disse...

Minha querida amiga e pessoa adorável!
Eu não conseguia perceber o drama que a pergunta causava. A sua forma de contar a indagação do Santhiago, roubou a cena. Você tem um jeito tão natural de falar do cotidiano que tudo que chega as suas mãos vira arte! É possível perceber a pureza dos seus sentimentos. É possível perceber a sua simplicidade em qualquer palavra que você profere! E é justamente por isso que você emociona seus seguidores a ponto de os comentários serem postados diretamente do coração sem escala para ponderações!
E a resposta para Santhiago? Tenho certeza que você receberá a ajuda necessária dos anjos que lhe acompanham! Você tem luz! Não há livro no mundo que possa lhe ensinar o que você já sabe! Deixe seu coração falar. Cada pessoa é única! Erro e acerto?São faces da mesma moeda!
Você é uma mãe inigualável!
Durma bem, viu?
Te amoooooooooooooooooooooooo!!!!!
Bjs

Faa Cintra disse...

Não se preocupe com o certo e o errado, seu coração de mãe lhe dirá extamente o que terá que dizer... E isso é o certo

Faa Cintra disse...

Não se preocupe com o certo e o errado, seu coração de mãe lhe dirá extamente o que terá que dizer... E isso é o certo

Anônimo disse...

Como você mesma disse, é uma pergunta que causa uma certa dificuldade pra quem vai responder, mas por outro lado, sexo é algo da natureza e que até os animais fazem! Acho que o maior tabu está em como se lida com o fato, porque por exemplo, em uma cidade do interior, a coisa é tão simples que não precisa de rodeios! E falando em piadas, lembrei da história da menininha que ia levar o touro pra acasalar com a vaca de um sítio vizinho e encontrou o padre no caminho:
- Onde você vai, minha menina?
- Vou levar o touro pra ajudar a vaca do vizinho a fazer bezerrinho.
O padre, preocupado com a cena que a menina iria ver, perguntou:
- Mas seu pai não pode fazer isso?!?!
E ela, inocentemente:
- Não! Tem de ser o touro mesmo!!!

Claro que ensaiar pra responder a uma criança é necessário mas o problema maior é o valor que se dá à coisa simples pra que ela se torne mais complicada!

Mesmo assim, se prepare que as perguntas sempre vêm e melhor que você realmente explique da forma mais adequada pra que ele saiba usar a sexualidade com prudência!

Sorte aí!
André Baldo. (De novo?!?!?!) Positivo!