Loading

3 de jan de 2011

Maria Helena...

É uma consolação da vida termos alguém a quem descubramos o nosso coração,
a quem confiemos os nossos segredos, amigo fiel que nos felicite na prosperidade,
que se solidarize com as nossas tristezas, que nos ampare em nossos sofrimentos...
                                         (Santo Ambrósio)

Hoje eu desejei ardentemente ser uma poeta, desejei que brotasse uma poesia dentro de mim, para agradecer ao presente que é ter Maria Helena em minha vida, mas a poesia não aconteceu.
Maria Helena mais uma vez me surpreendeu com um presente tão valioso que irei levar para o resto de minha vida,  que encheu meu coração de amor, de esperança e de alegria, e mais uma vez me deu a certeza  que eu não estou sozinha, EU NÃO ESTOU SOZINHA!

Maria Helena aquece meu coração todos os dias com um carinho que eu não recebo nem de minha mãe de sangue, ela vê poesia no meu cotidiano tão corriqueiro, e quando estou com as mãos quase no chão, ela me levanta com suas mãos, me ilumina com o seu sorriso, com suas palavras sábias. As vezes chego a duvidar se Maria Helena é humana, chego a pensar que ela é meu anjo-da-guarda disfarçada de mulher.
Maria Helena e meu presente seres encantados , OBRIGADA DEUS!

Obrigada Maria Helena, hoje te chamar de amiga é pouco, te chamar de terapeuta é pouco, te chamar de irmã é pouco, hoje eu quero chamá-la de MÃE, a mãe que eu nunca tive, a mãe que não afagou minha cabeça quando o chão abriu...sinta o meu amor mais sublime, mais sincero mais verdadeiro, espero um dia breve, te dar o abraço que eu gostaria de te dar agora, seu colo eu já aceitei desde o primeiro momento, mas eu quero deitar nele de verdade, nem que seja uma única vez...
EU TE AMO MUITO MAIS, MUITO MAIS...

Eis Maria Helena, a bela, afinal seu nome é Maria, e quem foi Maria senão a melhor de todas as mães?









7 comentários:

Maria Helena disse...

Minha querida amiga, as lágrimas fazem um rio feliz na minha face. As lágrimas vão despertando o sol que há dentro de mim e se abrem em sorrisos. É uma mistura tão única, tão transcendental que eu não saberia lhe dizer agora o que sinto diante de um afago do tamanho do infinito que você me fez!
Agora sou só emoção e vejo um céu de estrelas circundando o meu momento e me fazendo levitar pelas alturas.
Bendigo o dia que passei pela rua virtual e entrei na sua casa.
E nesse momento só posso lhe dizer: Amo você minha amiga! E teria o maior prazer de ser uma mãe para você e sê seu colo em todos os momentos. O colo para dar passagem ao sorriso e o colo para fazer um redutor de lágrimas.
Você e Santhiago já fazem parte da minha vida. Um dia ainda vamos nos encontrar! Um abraço carinhoso!

Blog da Fofa disse...

Ai q linda!!! Maria Helena e Sônia não tem como não amar as duas!!! O mais legal de tudo é que as duas estão no meu caminho, uma como mãe e a outra como irmã. Linda e merecida homenagem. Beijos

Olhar disse...

Passei para dar uma olhadinha e me encantei com esse texto cheio de palavras de gratidão.
Muitos começam o ano fazendo pedidos, vc começou agradecendo.Muito bom.

Feliz 2011.

Beijos

Néia disse...

Oi Sonia...
Que lindo esse seu depoimento, mas só vou descondar em uma coisa...
Saiba que poeta é aquele que fala com o coração, com sentimentos e faz a gente sensível ao ponto de chorar, rir e sentir o seu momento. Assim, às vezes uma poesia é um simples olhar, um passar de mão e um simples escutar do nosso coração.Acho você uma poeta sim, e cada um tem seu estilo, eu não vou entrar neste campo, pois não entendo nada, só entendo de sentimentos e os seus muito me agrada...
Te conheço pouco, mas tempo suficiente para perceber que é sensível e apaixonante...
Beijos Néia

Regina Laura disse...

Sônia, melhor homenagem impossível!!
Foi justamente esse anjo em forma de poesia, chamado Maria Helena, que me trouxe até seu blog, lembra?
Vocês duas são muito especiais!!
Energia de pura Luz...
Beijo grande querida

Lupo disse...

Oi Sonia!

Começou meu ano, e corri aqui! Essa aí que descreveu tão bem é a Lena, minha querida amiga... Mas não só minha, não tem como não dividí-la com o mundo, pois a impressão que eu tenho é que essa mulher foi feita por Deus para nos dizer àquilo que precisamos.

Mãe... Eis que você encontrou uma linda palavra!

Bjo na sua alma!