Loading

22 de dez de 2010

O Primeiro Ano II...

Sua festa de um ano foi linda filho, preparada com pouco dinheiro e muito amor, passávamos noites inteiras criando, imaginando como iria ser, qual o tema que iriámos usar, queriámos uma festa bem infantil, com musicas infantis de qualidade, sabiámos que você ainda não entendia, mas era para você, a primeira precisava ser especial, e foi...
Seu pai estava tão feliz, tinha a plenitude no olhar nos gestos, mudou até a maneira de se vestir, sabia o nome de todos os personagens infantis (os que valiam a pena), e descobria cantores infantis maravilhosos, cantava muito para você, lia muito e dizia que você entendia tudo, foi nessa ocasião também que você esboçou a primeira palavra e como não poderia deixar de ser mais um vez fiquei para tráz, "PAPAI"!.
Quando você completou um ano ganhamos um presente que veio só para acrescentar amor em nossas vidas durou pouco, mas era amor demais. Um dia de muita chuva estavámos vindo já não me lembro mais de onde, uma enxurrada que quase arrastavam os carros, de repente seu pai olha um Ônibus parado e diz: "Tem um gatinho lá naquela enxurrada, mas ele está embaixo do ônibus", pede para motorista continuar parado e se lança para salvar a vida de Mel (quase sem se importar com a sua própria vida), e por um milagre de Deus e da natureza sai de lá com a nossa Mel, ele chorando muito. Melzinha foi um dos maiores presentes que Deus nos deu, valeu cada segundo de sua vidinha tão curta (ficamos juntos 8 meses) valeram inclusive as 23 noites de vigilha constante em sua enfermidade,  onde eu e eu pai revezávamos o sono para que ela não ficasse um segundo sem nossos afagos, sem nossos cuidados, sem se sentir amada de verdade, valeu pelos dois anjos que ela nos deixou...(sigo te amando)
A curiosidadede de uma criança, a vontade de descobrir as coisas é algo tão fabuloso, tão perfeito, ver Deus agindo em cada aprendizado, em cada descoberta, em cada palavra nova falada, em cada gosto experimentado é único, experiência sentida, compartilhada entre nós três, experiência única, e aí que se descobre que a felicidade existe sim, e está em coisas corriqueiras do dia-a-dia que quase sempre passamos despercebidos, felicidade é um amadurecimento, é uma prática constante que se adquire se sentindo útil para alguém, se sentindo amado por alguém, amando alguém e se doando integralmente a esse amor, ou a esses amores, cada amor de sua forma, de sua maneira.
Fomos muito felizes Santhiago, evidente que hoje a vida não tem mais o colorido de outrora, mas um dia aprenderemos juntos a conviver com esse vazio tão profundo, e sairemos de mochila nas costas (como ciganos que somos) em uma viagem tão sonhada por mim e por seu pai.
Novamente a inquietude dentro de mim, eu precisava voltar a trabalhar, conversas de noites inteiras entre mim e eu pai, decisão tomada, o mais difícil:  Escolher a sua primeira Escolinha, muitas visitas em várias delas..Escola escolhida, você tinha um ano e oito meses, doía, mas era necessário inclusive para o seu aprendizado, mas você se adaptou com uma rapidez incrível e estava feliz descobrindo o mundo.
Foi nessa ocasião também que Edna engravidou pela segunda vez, seu pai enloqueceu queria um irmão para você ...

Foto do seu aniverário de um ano, seu pai com seus amigos irmãos, Tio Caio também estava lá ....
Paty!... amo muito.



4 comentários:

lolipop disse...

Sónia,
Acho que não estou a conseguir postar meu comentário...
Um dia, quem sabe, vc faz um livro com todos estes posts, ilustrações e fotos. Seu filho, vai-te ajudar, tenho certeza, porque estas memórias são demasiado belas, demasiado sentidas, para caberem só neste espaço. Têm o tamanho do mundo, da vida...do AMOR.
TERNURAS
Tem uma mensagem no Banzai para todos os meus amigos!

Blog da Fofa disse...

Oi Soninha
Amei essa história do gatinho. Eu tenho 3 cachorros e sete gatos todos eu salvei tbm. Cada vez que venho aki saio mais emocionada, sabia> Q casal lindo vcs formavam. Vc é mto linda, te adoro. Bjos

Beth/Lilás disse...

Isso mesmo, Sonia, escreva aqui, deixe para seu filho estes momentos importantes da vida dele e de seu querido pai!
Desejo que seu natal seja de paz e muito afeto. Foi um enorme prazer conhecê-la por aqui e espero que continuemos a interagir no novo ano.
Feliz Natal!
bjs cariocas

papoila disse...

Sónia,
Passo para deixar um grande beijinho e desejar-lhe um Natal Feliz, quanto ao próximo Ano espero que ele lhe traga muita tranquilidade, paz e MUITA SABEDORIA para que encontre forças para ultrapassar estes momentos mais tristes.

Até já! FELICIDADES PARA SI E PARA O SEU FILHO.
XX