Loading

14 de out de 2010

Numa noite qualquer de Segunda Feira...

Você tinha um pouco mais que dois anos filho, e estava você e ele deitados no colchão na sala.

Você - Papai, eu quero chocolate
Ele    - Fica com a mãe que o pai vai comprar (saí e volta com o chocolate) - Aqui  filho.
Você - Não é chocolate que eu disse papai, eu falei que queria  pipoca e sorvete.
Ele     - Tá bom filho, fica com a mãe que o pai vai pegar (com toda a paciência do mundo) (saí e volta com o sorvete e a pipoca).
Você -  É isso mesmo que eu queria papai, só que eu esqueci de te pedir para trazer um pipa e uma rabiola pra gente empinar amanhã.
Ele    -  Tá bom, vamos com o pai então pra comprar
E saem vocês dois, minutos depois voltam com um saco de bala, vários chocolates, pipas e rabiolas e mais outras tranqueiras que comiam escondidos e jogavam as embalagens em baixo do rack - Minutos depois -
Você - " Papai, você é o melhor meu amigo"... e eu não escuto uma palavra por parte dele
Eu      -  Beto, você ouviu o que ele disse?
Ele      - Ouvi sim Sônia, é que foi inesperado, não sei o que dizer, nunca pensei em amar tanto alguém e ser supreendido dessa  forma, essa criança é minha vida.

Silêncio e lágrimas...e logo em seguida o festival de guloseimas e a bagunça pra eu limpar....

1 comentários:

Carla Martins disse...

è disso q eu falo Sonia...sorte q o santhi eve tempo...eu não tive...mas é disso q eu falo, bem isso...